CONHECIMENTO

Hábitos de consumo e de comportamento mudando, milhares de marcas surgindo diariamente, serviços e produtos sendo oferecidos 24 horas por dia aos consumidores… Em meio a essa nova realidade, como diferenciar sua marca?

Por mais que pareça uma missão impossível, existe uma luz no fim do túnel e estamos aqui para te mostrar. Então, se você realmente deseja que sua empresa se destaque da concorrência, precisa conhecer e aplicar os 2 passos mais eficazes do processo conhecido como diferenciação de marca.

Na verdade, apenas isso já não basta mais. É fundamental também entender como adaptar esses passos ao contexto digital. Entretanto, não precisa se preocupar. Afinal de contas, trouxemos exatamente todas essas informações compiladas neste conteúdo. Boa leitura!

2 passos para diferenciar sua marca

“Mas meu produto/serviço é o melhor do mercado, não tem outro igual. Já posso considerar isso como minha diferenciação de marca?”. A uns anos atrás, você até poderia. Hoje não mais. Para a maioria dos consumidores, a qualidade do produto/serviço atualmente é considerada uma obrigação, e não mais um diferencial.

Os padrões estão aumentando de forma significativa e não existe escapatória, você deve acompanhá-los para continuar crescendo – ainda mais na era digital. Sendo assim, para que sua marca não seja somente mais uma em meio à multidão, siga esses 2 passos à risca:

Passo 1: Esteja onde seu possível cliente está

Seu possível cliente está no Facebook? Sua marca precisa estar lá.

Seu possível cliente está no Instagram? Sua marca precisa estar lá.

Seu possível cliente está no YouTube? Sua marca precisa estar lá.

Seu possível cliente está no LinkedIn? Sua marca precisa estar lá.

É simples, mas não é fácil. Estar presente não significa apenas criar um perfil ou uma página em cada um dos canais citados acima e em vários outros. Estar presente significa conhecer cada plataforma, entender o que o público mais gosta de consumir em cada uma delas e, a partir disso, gerar excelentes conteúdos para ajudá-lo.

Tudo de acordo com as necessidades, problemas, dores e desejos da audiência. A intenção é falar pouco sobre sua empresa e muito sobre a pessoa que está do outro lado. Você consegue entender essa diferença?

E atenção: dependendo do porte da sua empresa, cuidado para não exagerar no momento de escolher os canais para estar presente. Realize pesquisas antes de qualquer coisa a fim de conhecer de fato seu público. De nada adiantará estar no LinkedIn se não é lá que o público que consome sua marca ou que você deseja atingir está, certo?

Não se esqueça de que a qualidade é bem mais importante do que a quantidade! E falando nisso…

Passo 2: Dobre a qualidade e a velocidade do seu atendimento

Cada cliente é único. Por mais que até seja possível agrupá-los de acordo com determinadas características em comum, tenha muito cuidado na hora do atendimento – aliás, esse cuidado pode ser uma ótima maneira de diferenciar sua marca, mas daqui a pouco você entenderá com detalhes.

Dentro do nosso contexto atual, a expectativa relacionada ao atendimento está aumentando cada dia mais. Para entender melhor o que estamos querendo dizer, pense em você mesmo enquanto consumidor. Você não exige muito mais das marcas do que exigia antes? O que exatamente você exige mais? Qualidade do produto/serviço? Rapidez no atendimento? Experiência de consumo?

Se você envia uma mensagem para uma empresa no WhatsApp (ou em outros canais) para conhecê-la melhor e ela demora para retornar, qual é sua reação? Você liga? Ou você vai em busca de outra opção? E o seu cliente? Qual será que é a reação dele?

A velocidade no atendimento faz sim toda a diferença, pelo menos para a maioria dos consumidores, no entanto não faz milagres sozinha. Por isso, é importante falarmos também sobre a qualidade do atendimento – e quando falamos de qualidade, você pode entender como personalização.

Trate cada possível cliente de forma única e exclusiva. Mostre que sua empresa se importa com suas dores e seus problemas. Demonstre empatia. Faça ofertas personalizadas, pensadas especialmente para a realidade daquele consumidor em específico.

Aqui vai uma dica extra: se necessário, faça pesquisas com seus atuais clientes a fim de avaliar a qualidade e a velocidade do seu atendimento e entender quais pontos mais precisam de melhorias.

Por mais que não seja fácil, o processo de diferenciar sua marca pode ser mais simples do que você imagina, ainda mais aplicando esses 2 passos que detalhamos ao longo do conteúdo. Se precisar de ajuda, conte conosco. Nosso time de especialistas está pronto para conhecer e entender suas principais necessidades. Clique aqui e converse diretamente conosco.

Comente