CONHECIMENTO

Falta de mão de obra, aumento de custos da matéria prima, escassez e alta demanda. Se você tem um negócio, já sabe que a retomada das atividades após as restrições mais rígidas por causa da pandemia de COVID-19 não está sendo fácil para ninguém.

Todos esses fatores citados têm levado ao encarecimento da produção e consequentemente, muitas empresas se veem obrigadas a aumentar preços. Essa relação fica bem clara para quem está dentro de uma organização, mas comunicar o cliente sempre é penoso e pode trazer reações indesejadas.

Para algumas empresas, existe a opção de diminuir a quantidade de produto na embalagem ou cortar descontos e vantagens que antes eram oferecidos aos clientes para poder manter o preço na mesma média.

Mas em geral, muitos serviços e produtos não têm essa opção e precisam comunicar os clientes sobre o aumento. Para isso, separamos algumas dicas que podem ser valiosas para evitar reações negativas e indignação. Acompanhe:

Seja transparente

Não use palavras que mascarem o aumento. Seja honesto e direto ao comunicar os clientes que o preço sofrerá reajuste.

Explique de forma clara

Usar explicações vagas e não deixar claros os motivos que estão causando o reajuste podem ser um problema. Utilize argumentos reais e claros para que o cliente possa compreender o que está se passando.

Foque no cliente

Comunique sempre de forma a explicar ao cliente que as alterações de preço são realizadas para que a empresa possa manter seus padrões de qualidade e atendimento ou ainda, para oferecer mais benefícios ou novos recursos voltados a eles.

Com essas estratégias, você aproxima o cliente da sua empresa, colocando-o a par do que está acontecendo e garantindo que o aumento servirá para que a excelência do seu produto ou serviço se mantenha e colaborando para evitar crises por insatisfação dos mesmos.

 

Quer ler mais sobre o assunto?

O Que os Consumidores Esperam da Sua Marca em 2021?

E-Commerce: Não Deixe a Pandemia Determinar Suas Vendas

Comente