CONHECIMENTO

E por que preocupar-se com isso?

Você sabe o que sue cliente deseja? Se a resposta for não, fique tranquilo: na grande maioria dos casos, ele também não sabe – embora a solução com certeza esteja embutida em sua mente. Como, entretanto, chegar a ela

Quem define as necessidades de um profissional, seja ele qual for, são seus clientes. A cultura do trabalho constantemente anula essa ideia, voltando nossos pensamentos ao mérito individual: “quanto mais trabalho, mais sucesso”. Para alcançarmos o êxito, precisamos boicotar esse tipo de afirmação desenvolvendo táticas mais práticas, dando a volta por cima de maneira mais esperta e menos complicada. As pessoas podem fazer muito pelo seu negócio – muitas vezes, mais do que você mesmo.

o-que-seu-cliente-procura

Frequentemente, o que o cliente procura não é o que ele realmente precisa. Por quê? Porque clientes possuem necessidades e motivações psíquicas e emotivas – na maioria das vezes, desconhecidas. A partir desta percepção, duas ações estratégicas são de extrema importância: a) Uma pesquisa aprofundada acerca do público que compõe a persona do negócio em questão; b) Uma pesquisa aprofundada acerca do que este público busca com mais frequência – ou seja, quais são suas necessidades e motivações.

O fato é que o cliente com certeza possui uma mente repleta de imagens simbólicas preservadas ano após ano. E na época da informação em demasia, onde tudo passa com uma velocidade exagerada e nada fixa com facilidade, por que não aproveitar-se delas em prol de seu negócio?

Quando consciente acerca das imagens, símbolos e prioridades do cliente, você doma a capacidade de analisa-las para, em seguida, desenvolver técnicas embasadas em necessidades que já existem: “o que podemos fazer por você?”

Desenvolver – e principalmente fixar – uma imagem é quase impossível na era na comunicação digital. Inove: desvie o obstáculo. Valorize o que já existe – esta é a melhor e mais efetiva técnica para adentrar o cérebro do cliente.Empreendedorismo, 

Comente